Posts

China é o país que mais investe em negócios no Brasil

O investimento da China em projetos e empresas brasileiras deve se intensificar nos próximos anos. Quatro usinas hidrelétricas foram arrematadas por chineses em leilão ocorrido em 27 de setembro, incluindo a usina de São Simão comprada pelo grupo Spic por R$ 7 bilhões. A empresa Spic já tem investimentos aplicados na região Nordeste na área de energia eólica desde 2007.

Outros grupos empresariais chineses, como State Grid e State Power, demonstram que o interesse oriental é em investir primariamente em energia e infraestrutura. State Grid é a maior empresa do mundo na área elétrica e passou a ser acionista controladora a partir da aquisição de 54,64% da brasileira CPFL Energia no início de 2017.

Biodiesel

Biotecnologia também é um setor de grande interesse da China. No início de setembro, a usina de biodiesel Biopar, localizada no Mato Grosso, teve 80% das ações vendidas para a empresa chinesa Biostar Company a partir do investimento de R$ 880 mil. A contribuição pode auxiliar o Brasil a cumprir o acordo fechado na Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças no Clima (Cop 21), onde o país se comprometeu em intensificar a produção de energia sustentável para 18% até o ano de 2030.

Parceria comercial

China é um dos maiores parceiros comerciais que o Brasil tem. Segundo pesquisa da Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, entre os anos de 2003 e 2017, a China decidiu investir US$ 103,6 bilhões num total de 235 projetos brasileiros. No ano de 2016, o comércio entre os dois países atingiu o patamar dos US$ 58 bilhões.

Em 2017, o investimento chinês nas empresas brasileiras somou mais de US$ 8,5 bilhões até o momento, de acordo com pesquisa da consultoria Dealogic. Os números apontam a China como o país que mais comprou ou esteve envolvido em compras de empresas brasileiras. Nos outros anos, o investimento não chegou a ultrapassar a marca dos 4%.

 

Falkner Moreira
Produção de Conteúdo

MUDANÇA EM CHINA

A China se destaca pelo seu riquíssimo acervo histórico e cultural. É um dos países que melhor representa a cultura oriental com seus diversos pontos turísticos: museus, parques, teatros, templos, monumentos históricos, galerias de arte, construções históricas e muito mais. Está pensando em morar na China? Saiba que será uma mudança sem arrependimentos. A capital chinesa Pequim está dividida em duas, ora moderna como o espaço olímpico, ora repleta de arquitetura antiga como a Cidade Proibida.

O padrão de vida na China é diferente do Brasil. Dessa forma, mesmo que Shanghai seja uma das cidades mais caras do mundo, ainda assim é possível encontrar produtos e serviços com valores mais em conta que no Brasil. Entretanto, no geral, o custo de vida em outras cidades chinesas é definitivamente menor que no Brasil.

A imersão num idioma diferente e o contato direto com outra cultura podem despertar ainda mais o interesse por conhecer o mundo. Uma das maiores vantagens de estar na China é a possibilidade de poder viajar para todos os países asiáticos em poucas horas de vôo, com menos restrições de horários e preços mais aceitáveis. Viagens para a Europa, por proximidade, também são facilitadas.

A China tem estado constantemente no topo das economias mais importantes de todo o mundo desde a liberalização da economia. Em questão de tecnologia, a China tem um dos programas espaciais mais ativos do mundo, enviando satélites e outros equipamentos à órbita terrestre de maneira constante. Dessa forma, a nação é uma importante aliada em questão de oportunidade profissional para engenheiros espaciais, físicos e químicos.

Alguns dados relevantes para sua mudança

População: 1.403.500.365 habitantes (ESA-UN/2016)
Fuso horário: UTC +8
Principal aeroporto: Beijing Capital International Airport
Embaixada brasileira: 27, Guanghua Lu, Chaoyang District, 100600, Beijing. Telefone: (8610) 6532 2881

Faça agora mesmo sua cotação para muda-se para a China, uma das maiores nações do mundo.

Falkner Moreira
Produção de Conteúdo