Paraná avança no ranking dos estados mais exportadores

No quadro geral do comércio brasileiro, a instabilidade econômica nacional tem se apresentado a algumas empresas e indústrias como fator de impulso para alcançar o mercado internacional. De janeiro a agosto de 2017, os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro se apresentaram como os mais exportadores do período, com valores respectivos a US$ 33,5 bilhões, US$ 16.9 bilhões e US$ 15,4 bilhões.

O Paraná avançou no ranking e ficou em quarto entre os maiores exportadores, com US$ 12,4 bilhões até o momento. Dos produtos comercializados se destacam soja, pastas químicas, e carnes e miudezas. Como destino das mercadorias, cerca de 28,5% segue para o mercado chinês, segundo a Secretaria de Comércio Exterior. Logo em seguida, vem Argentina, tendo automóveis de passageiros e de transporte como principal mercadoria, e Estados Unidos, que compra madeira e artigos derivados.

Desde 2014 o Paraná tem avançado no comércio e vem acompanhando o crescimento do saldo comercial brasileiro. Em 2016, o saldo positivo fechou em mais de US$ 4,078 bilhões, que representa um crescimento de 65,8% em relação a 2015. Em exportações, o Paraná fechou em US$ 15,171 bilhões no ano de 2016. Além dos produtos já citados, o estado também tem relatado aumento significativo no comércio de extratos, essências e concentrados de café (132% até julho de 2017, em comparação com o mesmo período de 2016), mel natural (127%) e couros (285%)

Agropecuária: oportunidade constante

A soja, o carro-chefe do comércio externo paranaense, também representa o produto de maior expansão comercial brasileira. Para 2017, o Brasil prevê uma produção de 64 milhões de toneladas, e 65 milhões para 2018. De acordo com a Associação Brasileira de Indústrias de Óleos Vegetais. O aumento se refere principalmente à maior utilização de biocombustível (produzido principalmente com óleo de soja) no diesel até março de 2018.

Falkner Moreira
Produção de Conteúdo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *