MUDANÇA EM CHILE

Terra natal do grande poeta Pablo Neruda, o Chile surpreende por seus centros históricos conservados apesar do tempo. Por todo o país é possível encontrar vinícolas abertas ao público para se deliciarem com o vinho local. Subir o Cerro San Cristóbal reserva a mais impressionante vista da Santiago contemporânea. O cerro integra o Parque Metropolitano de Santiago, de onde é possível observar o pôr do sol mais impressionante da capital chilena.

Toda água consumida no Chile é de origem mineral. Muitos estrangeiros estranham o sabor característico da água mineral, sabor este que vem de nutrientes presentes na composição, como magnésio, cálcio e potássio, benéficos a várias funções do corpo. A altitude elevada de vários pontos do Chile, em cerca de 6 mil metros acima do nível do mar, também trazem benefícios específicos. Nessa altitude, existem treinamentos direcionados especificamente para atletas que tornam o organismo mais resistente para condições de alto esforço físico.

Agricultura e turismo são alguns dos principais nichos de negócios que movimentam a economia no Chile. Pelas condições climáticas e geológicas do território chileno, a agricultura se destaca na América do Sul como uma das mais notáveis. O país produz, por exemplo, maçã, pêra, pêssego e uva, esta última uma fruta da qual se produzem alguns dos melhores vinhos do mundo. O circuito vinícola chileno, por este motivo, está incluso em toda experiência turística no país, levando-se em conta que o turismo gastronômico e o ecoturismo são as duas formas mais movimentam estrangeiros dentro do Chile.

 

Alguns dados relevantes para sua mudança

População: 17 574 003 habitantes (INE/2017)
Fusos horários: UTC -3 a -5
Principal aeroporto: Comodoro Arturo Merino Benítez International Airport (Aviador David Fuentes, Pudahuel, Región Metropolitana,)
Principal consulado brasileiro: Los Militares 6191, Las Condes, Región Metropolitana, Santiago. Telefone: +56 2 2820 5800

 

Faça sua mudança internacional e venha morar no Chile!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *